PIB DE SERVIÇOS TEM PEQUENO AVANÇO NO 1º TRIMESTRE DE 2021

O setor de serviços em relação ao PIB obteve um pequeno avanço no 1º trimestre, comparando com o trimestre anterior. A variação foi de 0,4% apesar da incerteza ainda elevada e das preocupações relacionadas à pandemia e ao ritmo da vacinação no país, indicadores econômicos têm surpreendido positivamente nos últimos meses.
De modo geral, o desempenho da atividade econômica no primeiro trimestre de 2021 se mostrou resiliente aos impactos do fim do auxílio emergencial e do recrudescimento da crise sanitária.

Com reforma tributária travada, empresários
pressionam por proposta com desoneração da folha
GLOBO-03/06

Do lado dos empresários, o pontapé para a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Desoneração da Folha de Pagamento partiu da Confederação Nacional de Serviços-CNS, que defende a desoneração total da folha de pagamento, com a criação de um imposto sobre movimentações financeiras, nos moldes da CPMF, para servir de compensação.

“A frente é um sinal de que existe vontade dentro do Congresso de apoiar a desoneração da folha. O problema que estamos tendo é mais de esclarecimento, que é de como fazer essa desoneração. Não queremos uma desoneração que onere o estado, queremos uma substituição de tributos” afirma Luigi Nese, presidente da CNS.

Conheça outros destaques importantes consultando a NOTA ECONÔMICA SEMANAL-PIB/1.TRIMESTRE/2021, elaborada com exclusividade pela assessoria econômica da CNS-Confederação Nacional de Serviços, clicando aqui.

Mais informações:
Dorival Jesus Augusto
Hífen Comunicação Editorial
C. +55 11 99998-2155 + WhatSapp

POP UP