FESESP sedia importante reunião preparatória para fundação da Cooperativa dos Coletores de Equipamento Eletroeletrônico – CPVL.

Foto Principal 01
Nos dias atuais, mais do que nunca, a participação da sociedade é de suma importância para desenvolvimento de projetos de Educação Ambiental.
Uma das maiores preocupações nesse sentido é relativa aos resíduos eletrônicos, provenientes dos equipamentos eletroeletrônicos. Partes plásticas, alumínio, metais pesados (chumbo, arsênio, mercúrio, cobre, cádmio, zinco etc.) e, até mesmo ouro, são provenientes de milhões de celulares, computadores, aparelhos para os mais diversos fins, descartados diariamente.

Pensando nesses aspectos ambientais, bem como na abrangência social que a coleta desses resíduos representa, um grupo de voluntários reuniu-se para formação de uma Cooperativa de Coletores, cuja primeira reunião formal ocorreu no último dia 30 de outubro na sede da entidade apoiadora do projeto, a FESESP.

Sob a coordenação do Sr. Edwaldo Sarmento, Presidente de Comissão Estadual do Trabalho Decente (CEETD) do governo paulista e Conselheiro da FESESP, os trabalhos foram realizados e um resumo da reunião é apresentado a seguir.

RESUMO DA REUNIÃO DA COMISSÃO DE FUNDAÇÃO DA COOPERATIVA VIRTUAL DOS COLETORES DE EQUIPAMENTO ELETROELETRÔNICO – CPVL.
LOCAL: RUA TABAPUÃ, 145 11 ANDAR – SEDE DA FESESP.
DATA: 30.10.2019. 18:00hs.

PARTICIPANTES:
Dr. JOSE LUIS FERNANDES: PRESIDENTE DA CNS (Confederação Nacional de Serviços).
Dr. ANTONNY BARROS: ADV. VOLUNTARIO DA CPVL.
Dr. MARCOS CAVALCANTE: VOLUNTARIO/CPVL.
ELENICE KOODS:PSICÓLOGA/VOLUNTARIA/CPVL.
VANDA ROVEDA: AMBIENTALISTA/VOLUNTARIA/CPVL.
ROBSON MENDONÇA: LÍDER DO MOVIMENTO DOS MORADORES EM CONDIÇÃO DE RUA:
ENGº MARIO FRASSATI: DIRETOR DE RELAÇÕES SINDICAIS DA FESESP.
EDWALDO SARMENTO: PRESIDENTE DA CEETD/VOLUNTARIO DA CVPL.

PAUTA:
EXPOSIÇÃO DA ATUAL SITUAÇÃO DOS TRABALHOS DESENVOLVIDOS.
DESIGNAÇÕES DE ATRIBUIÇÕES A SEUS RESPONSÁVEIS SETORIAIS.

Abertos os trabalhos, Edwaldo Sarmento falou do encaminhamento para o desenvolvimento da apresentação (PowerPoint), onde foi possível consolidar a óptica do plano de forma teórica. Acrescentou que o trabalho está em espera de novas ações do coletivo.
Marcos Cavalcante fez demonstração do PPT em tela, dando aos presentes a ideia de concepção da CPVL, apontando caminhos onde é possível constatar o início, meio e fim do projeto, também de forma teórica.
Ato contínuo foram feitas as designações das atribuições para a construção da Cooperativa, sendo o Dr. Antonny Barros designado como responsável pelos estudos e formatação jurídica da criação da CPVL, cujo estudo visa os ajustes estatutários da cooperativa para sua plena funcionalidade legal.
Ficam responsáveis pela elaboração do perfil individual dos candidatos a cooperados, a professora Elenice Koods e o líder do MMCR, Sr. Robson Mendonça, tendo como objetivo principal, a formação do cadastro para futuras seleções.
Responsável pela área do meio ambiente, Vanda Roveda, tem como objetivo a elaboração de planos operacionais de manuseios dos resíduos coletáveis por cooperados.
Marcos Cavalcante, fica sendo o responsável para consolidação dos dados econômicos e financeiros, cujo trabalho será a montagem do projeto de capitação de fundos de investimentos para infraestrutura da cooperativa.
Edwaldo Sarmento, responsável pela articulação política de integração do projeto, nas áreas internas e externas, tem como objetivo aplicar a Teoria do Tripartismo Funcional na CPVL.
Aberta a palavra a todos os presentes, não havendo quem dela quisesse fazer o uso, deu-se por encerrada a reunião, as 09h00minpm do dia 30/10/2019, na cidade de São Paulo.

São Paulo, 31 de outubro de 2019.
Secretaria Geral da CPVL.

Veja mais fotos:

CAPA EVENTO-gestao